Destaques

“sem publicidade, infantis vão sumir”, dizem canais

2014-05-28 às 10:22:01

Cada vez mais escassa nas emissoras abertas, a programação infantil pode acabar sumindo também na TV paga. É com essa posição, para alguns um tanto radical, que representantes de emissoras e entidades ligadas ao mercado anunciante defendem a não aprovação do projeto de lei que restringe a publicidade voltadas as crianças em TVs abertas e por assinatura.

 

O polêmico projeto de lei 702/11, do deputado Áureo (SDD-RJ), proíbe qualquer tipo de publicidade infantil nos canais pagos e abertos, das 7h às 22h. A discussão ganhou uma acalorada audiência publica na Câmara promovida pela Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio.

 

Enquanto os favoráveis ao projeto defendiam que as crianças são muito vulneráveis ao consumo e devem ser protegidas, a turma contraria chamou o projeto de lei de “censura”.

 

Representantes de canais abertos e da TV paga alegaram que a proposta vai banir as crianças da TV, pois as emissoras apostam em atrações que sejam sustentadas por publicidade, Vale citar que os canais de maior audiência na TV paga são os infantis.

 

A audiência publica passou longe de consenso. O projeto deve ser votado na Câmara ainda neste semestre.

 

 

fonte:http://www.noticiahoje.com.br/NoticiaImpresso.aspx?ID=15697253.125224.229181